NO AR

Rádio Ponte FM 98.5

pontefm98.com

Brasil

Gestão de Jaboatão dos Guararapes sem plano de acessibilidade

Calçadas na Avenida Ulisses Montarroyos, no bairro de Piedade, dificulta a vida de pessoas com necessidades especiais

Publicada em 31/10/2023 às 09:10h - 35 visualizações

por JC


Compartilhe
 

Link da Notícia:

Gestão de Jaboatão dos Guararapes sem plano de acessibilidade - FÁBIO JÚNIOR / VOZ DO LEITOR  (Foto: )

Hospital do Câncer

O Hospital do Câncer presta serviços humanitários de alta monta, mas, mesmo com doações, a folha não fecha. Por quê? Insumos e fármacos são desviados por funcionários, além do que, há uma prévia partilha quando do encaminhamento de verbas. A sangria é criminosa, já que não há efetivo controle do que entra e do que efetivamente chega a quem necessita. Raquel Lyra, promova uma auditoria radical, pois muitos morrem por conta desses desvios.

Franklin Santos, por e-mail

Cabo de Santo Agostinho

O que está ocorrendo com as finanças da Secretaria de Educação do Cabo de Santo Agostinho? Desde 2021 que não são fornecidos os fardamentos e o material escolar para os alunos. Os percentuais dos reajustes salariais concedidos por lei aos professores não são repassados em sua totalidade. Alô, Tribunal de Contas e Ouvidoria Geral do Estado, façam alguma coisa.

Cláudio de Melo, por e-mail

Gestão de Jaboatão dos Guararapes sem plano de acessibilidade

Ainda custo a entender como a segunda cidade em arrecadação e população de Pernambuco ainda não se deu conta que precisa adaptar-se. Em Jaboatão dos Guararapes não existe política pública para a questão da acessibilidade e para as pessoas com necessidades especiais. Urge que a gestão municipal tome providências para que cenas como essa da foto, em uma avenida principal, do bairro de Piedade, não sejam comuns em nosso cotidiano. Como é que um cadeirante, idoso ou cego poderá caminhar na Avenida Ulisses Montarroyos, no bairro de Piedade, se a "calçada" está nessas condições. O que diremos da periferia e comunidades carentes? Já passou da hora da sociedade pensar um Jaboatão melhor para todos! Cobrar cada vez mais a existência de um local de convívio, trabalho e residência, pensado para todos, sem exclusão, é obrigação nossa e dever do mandatário.

Fábio Júnior, por e-mail

 

FÁBIO JÚNIOR / VOZ DO LEITOR
Gestão de Jaboatão dos Guararapes sem plano de acessibilidade - FÁBIO JÚNIOR / VOZ DO LEITOR

 

Falta d'água em Gravatá

O bairro Santana, situado no município de Gravatá, há meses não tem sido abastecido de água fornecido pela estatal Compesa. A indústria da seca está instalada na localidade. O cliente, além de ter que pagar a fatura (que chega todo mês, sem o devido fornecimento de água), tem que se submeter aos preços abusivos dos carros pipa. Quem ganha com isso? É certo que os pobres mortais perdem muito com a indústria da seca, que beneficia alguns e prejudica muitos cidadãos de bem, que é a grande maioria. Fica a indagação. Lamentável.

Jefferson Pereira, por e-mail 

Impunidade

Há muito se cobra uma revisão no Código do Processo Penal no tocante aos crimes no trânsito. Dirigir sem habilitação ou ébrio e provocar acidentes com mutilações e óbitos são crimes chocantes. Um pedestre, por exemplo, abalroado por um veículo de mais de uma tonelada tem alguma chance de sobreviver? A brandura da lei gera sensação de impunidade no infrator, levando- o à reincidência.

Cláudia Cristina, por e-mail

Apatia do Sport em campo

O Sport criou uma tradição de sofrer gols no inícios das partidas. Repito algo que venho falando nas colunas anteriores: se não resolver esse problema defensivo urgentemente, vai continuar na Série B. O técnico Enderson Moreira tem de reunir o elenco e exigir 'sangue nos olhos', ao invés de ficar dizendo que "se pudesse só jogaríamos o segundo tempo". É preciso entrar com raça e garra para fazer o melhor em campo o tempo todo... E quem não quiser, peça para ficar de fora das partidas.

João Guilherme, por e-mail

Descarte irregular nos canais

Os canais pluviais do Recife e Região Metropolitana há muito deixaram de ser o local para receber as águas das chuvas, evitando os alagamentos. Hoje eles recebem a maioria dos esgotos dessas cidades. A Compesa e as prefeituras fecham os olhos para um problema tão sério. O que deveria ser um benefício virou um problema que consome milhões do dinheiro público apenas com os paliativos de limpeza. A população se acostumou a jogar tudo o que não presta dentro dos canais e fica por isso mesmo. A foto mostra um sofá de três lugares no canal Professor José dos Anjos, no cruzamento da Av. Norte, próximo ao Senac. Peço a Emlurb para retirar esse sofá, antes que ele se junte a tantos outros no seu percurso tão assombrado e desrespeitado.

Izabel Wanderley, por e-mail

IZABEL WANDERLEY / VOZ DO LEITOR
Descarte irregular nos canais - IZABEL WANDERLEY / VOZ DO LEITOR

 

 

Resposta da Secretaria de Saúde do Recife

Em resposta ao leitor Érique Medeiros, sobre o posto de saúde fechado, a Secretaria de Saúde (Sesau) do Recife esclarece que o Centro de Saúde Dom Miguel de Lima Valverde está funcionando temporariamente na Faculdade Universo, na Imbiribeira, para garantir a continuidade do atendimento aos usuários enquanto a sede do imóvel, em Boa Viagem, passa por reforma. Ela e mais de 100 unidades da rede municipal estão sendo requalificadas, do piso ao teto, além da renovação de equipamentos e reforço de profissionais. As obras do Dom Lima Valverde devem ser concluídas em fevereiro de 2024.

Assessoria de Imprensa




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








.

LIGUE E PARTICIPE

081 3522-1356

Visitas: 120094
Usuários Online: 1
Copyright (c) 2024 - Rádio Ponte FM 98.5 - Radio Ponte FM 98.5 Fone: 81-3522-1356 Endereço: Rua João Paes Barreto 42a Alto do Sol, Ponte dos Carvalhos, Cabo de Santo Agostinho-PE